EXAME 3º DAN DE KENDO
SAULO FONG

Close

EXAME 4º DAN AIKIDO
SAULO FONG

Close

FORMAÇÃO ACADÊMICA E PROFISSIONAL
SAULO FONG

Associate of General Studies - AGS (1193-1995) - Edmonds Community College - Lynnwood, WA - EUA

Associate of Applied Arts in Commercial Photography - AAA (1996-1998) - Art Institute of Seattle - Seattle, WA - EUA

Master Systemic Coach certificado pela ICI (International Association of Coaching Institutes), ECA (European Coaching Association) e Metaforum International.

Instrutor de Aikido (4º Dan) pela FEPAI e reconhecido pela Fundação Aikikai do Japão.

Praticante de Kendo (3º Dan) pela Confederação Brasileira de Kendo.

Iniciação em Kriya Yoga.

Descondicionamento do Olhar com Cláudio Feijó.

Leader Training pelo Núcleo Ser com Yoshio Kadomoto, Gilberto O'Hara e Gilberto Takayama.

Transcendendo seus Limites pelo Núcleo Ser com Yoshio Kadomoto, Gilberto O'Hara e Gilberto Takayama.

Renascendo com Amor pelo Núcleo Ser com Yoshio Kadomoto, Gilberto O'Hara e Gilberto Takayama.

Ecos do Passado pelo Núcleo Ser com Yoshio Kadomoto, Gilberto O'Hara e Gilberto Takayama.

Mentoring de Identidade pelo Núcleo Ser com Yoshio Kadomoto, Gilberto O'Hara e Gilberto Takayama.

Practitioner em Programação Neurolinguística (PNL) pela Actius com Fernando Dalgalarrondo.

Master Practitioner em Programação Neurolinguística (PNL) pela PAC com Deborah Epelman.

Trainer em Programação Neurolinguística (PNL) pela Actius com Fernando Dalgalarrondo.

Reiki (I, II, III e Mestrado), Magnified Healing e Seichim Sekhem.

Curso Integrado de Projeciologia (CIP) pelo Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC).

Extenção em Conscienciologia e Projeciologia I e II (ECP I e II) pelo Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC).

Formação Avançada em Renascimento / Rebirthing pelo Instituto de Renascimento de São Paulo.

Formação em Instant and Therapeutic Hypnosis pela Atlantic Hypnosis Institute com Sean Michael Andrews.

Formação em Hipnose e Regressão de Memória com Marco Natali.

Formação em Street Hypnosis com Alberto Dell'Isola.

Formação em Hipnose Regressiva com Alberto Dell'Isola.

Formação na 1ª Turma de Hipnoterapia da OMNI Hypnosis Training Center com Hansruedi Wipf.

Formação em Hipnose Ericksoniana pela ACT Institute com Stephen Paul Adler.

Formação em Fascinação, Mesmerismo e Presença com Marco Paret.

Expressão Verbal com Reinaldo Polito.

Metáforas Terapêuticas com David Gordon (EUA).

Participação e conclusão do Programa Empretec - Sebrae/SP.

Formação no Método Ivaldo Bertazzo Escola do Movimento.

Formação de Líder Facilitador pelo Programa Germinar / Instituto EcoSocial.

Formação Transpessoal pela Dinâmica Energética do Psiquismo (DEP).

Formação em Constelações Sistêmicas Familiares pelo Instituto de Filosofia Prática da Alemanha com Peter e Tsuyuko Spelter.

Treinamento Avançado em Constelações Familiares com Bert Hellinger e Maria Sophie Hellinger.

Capacitação em Terapia Tântrica - Método Deva Nishok pelo Centro Metamorfose.

Curso Intensivo de Medicina Psicobiológica pela Asociación Argentina de Medicina Psicobiológica.

Close
Saulo Fong

"Nasci através encontro do meu pai com minha mãe, provavelmente como Você.

Cresci em uma família com seus próprios valores e crenças que me influenciaram, assim como Você.

Tenho um corpo com marcas da minha história, assim como Você.

Passei por experiências e vivências que me transformaram como pessoa, assim como Você.

Sinto fome, frio, calor, alegria, tristeza e medo em situações únicas, assim como Você.

Pai, Terapeuta psico-corporal, Educador, Instrutor Faixa-preta 4º Dan de Aikido, Libertário e Desrepressor entre tantos rótulos, sou também um Ser Humano, assim como Você.

E, em conexão com o Tao, o Tantra e a Vida, morrerei em um momento único, assim como Você."

Saulo Fong

Seja Bem Vindo(a)!

Saulo Fong

O objetivo desta página é compartilhar um pouco da minha história, das minhas vivências, das minhas reflexões e da minha visão de mundo para qualquer pessoa que esteja interessada em viver com mais plenitude cada momento da sua vida.

Basicamente, tudo que você encontrará por aqui está relacionado à temas sobre Vida, Consciência e Relacionamentos.


Minhas Raízes

Nascido no Ano do Dragão do horóscopo chinês (1976) em São Paulo, sou filho do artista plástico chinês Chien Kong Fong, conhecido pelo nome artístico de Fang, com a minha mãe Akiko Nagamori Fong que é filha de imigrantes japoneses. Não é uma combinação muito comum principalmente pela história de guerras entre a China e o Japão. 

Cresci convivendo com três culturas bem distintas: a cultura chinesa, a cultura japonesa e a cultura brasileira. Se você conhece um pouco sobre a China e o Japão deve saber que são povos com culturas, hábitos e comportamentos bem diferentes.

Costumo dizer que sou 50% chinês, 50% japonês, mas 100% brasileiro.

Fang

Fang (Meu pai)

Minha História nas Artes Marciais

Eu cresci sendo influenciado pelos filmes do Bruce Lee e por diversos filmes sobre ninjas que foram lançados na década de 80. Talvez, por isso a minha primeira arte marcial tenha sido uma que utiliza espadas.

A minha iniciação nas artes marciais aconteceu através do Kendo aos 11 anos de idade (1987) no tradicional clube da comunidade japonesa chamado Associação Cultural e Esportiva Piratininga, localizado no bairro de Pinheiros em São Paulo. Porém, pela minha imaturidade ou por estar numa fase ainda de exploração de diferentes vivências pratiquei por apenas 6 meses. Mas de alguma forma, a semente do Kendo já havia sido plantada em mim, pois voltaria a praticar esta arte algumas décadas depois justamente no mesmo clube.

Depois do Kendo, ainda na minha infância, experimentei também por alguns meses a prática de um estilo de Kung Fu chamado Yau Man. Era o meu lado chinês querendo equilibrar a vivência nas artes marciais. Depois disso, só voltei a ter contato com as artes marciais no início da vida adulta quando fui morar em Seattle nos Estados Unidos.

Para quem não sabe, Seattle é a cidade onde Bruce Lee teve seus primeiros alunos e onde ele está sepultado. Foi em 1994, com 18 anos de idade, que tomei conhecimento da escola de James DeMile, um dos primeiros alunos do Bruce Lee nos EUA. Ele era um ex-boxeador do exército que havia criado seu próprio estilo denominado Wing Chun Do. Por me identificar com a prática e pela com a conexão direta que essa escola e seu mestre tinha com meu ídolo de infância, mantive minha prática constante e regular até o final da minha estadia nos EUA que durou 4 anos.

Um dos princípios do Wing Chun Do era que cada praticante era responsável por desenvolver também seus próprios recursos marciais que poderiam vir da prática de outras artes. Foi nesse período de 3 anos que também participei da minha primeira luta em competição e tive um breve contato com o Jiu-jitsu através de um professor de Wing Chun Do.

No final de 1998 tive de abandonar o Wing Chun Do, pois havia decidido voltar ao Brasil.

Alguns meses antes de voltar, havia visto uma propaganda de um dojo de Aikido em Seattle onde havia uma foto de um sensei arremessando duas pessoas ao mesmo tempo. Como já estava com data marcada para a volta, não fazia sentido iniciar uma nova prática naquele momento, mas havia decidido saber mais sobre esta arte marcial quando chegasse ao Brasil.

Por já estar praticando regularmente Wing Chun Do por 4 anos seguidos, uma das primeiras coisas que fiz ao chegar ao Brasil foi buscar uma nova arte marcial para praticar. Pesquisei sobre o Aikido e um dos dojos mais antigos da cidade ficava perto da minha casa. Era a Academia Central de Aikido dirigida por Reishin Kawai Shihan.

Fiz uma primeira visita para conhecer o dojo e já sai como aluno matriculado. Lembro-me bem de uma das primeiras aulas onde Kawai Sensei chegava ao final e fazia Jiu Waza com todos os alunos, inclusive com os iniciantes. Eu não sabia como funcionava a dinâmica, mas por algum motivo me senti bem sendo arremessado por ele de um lado para o outro. Permaneci como aluno da Academia Central por 8 meses realizando meu primeiro exame de faixa neste dojo.

Ainda sem saber se o Aikido era a prática que eu adotaria para minha vida e com a intenção de ampliar o meu repertório, deixei a Academia Central e o Aikido, e iniciei a prática de Jiu-jitsu com um professor ligado à família Gracie. Porém, após 4 meses do meu início este professor abandonou o Jiu-jitsu por divergências com a família Gracie, e um novo "professor" na época faixa-roxa assumiu os treinos. Por não me sentir confiante com a nova direção, também acabei parando de treinar nesta academia.

Foi quando decidi novamente retomar a prática do Aikido na virada do século (2000), mas agora com um novo sensei e em um novo dojo: Paulo Nakamura Sensei que coordenava a Associação Shinwa de Aikido ligado à Federação Paulista de Aikido (FEPAI).

Ao final de 2004, recebi minha primeira faixa-preta 1º Dan de Aikido.

Em Julho de 2005, abri meu próprio dojo no Instituto União ainda sob supervisão de Paulo Nakamura Sensei.

Em Maio de 2007, sou promovido à 2º Dan de Aikido.

Também em 2007, retomo a prática do Kendo na ACE Piratininga onde iniciei minha história nas artes marciais.

Em 2010, sou promovido à 1º Dan de Kendo.

Em Novembro de 2010, sou promovido à 3º Dan de Aikido.

Em 2012, sou promovido à 2º Dan de Kendo.

Saulo Fong - World Combat Games 2013

World Combat Games 2013

Em 2013, sou um dos três aikidokas brasileiros escolhidos pela FEPAI para representar o Brasil na apresentação do World Combat Games 2013 em São Petersburgo na Rússia.

Em Fevereiro de 2014, sou promovido à 3º Dan de Kendo.

Em Novembro de 2014, sou promovido à 4º Dan de Aikido.

Hoje, posso afirmar com maturidade e consciência que o Aikido é a arte que decidi praticar e compartilhar por toda a minha vida.

Meu Caminho no Autoconhecimento

A minha jornada no processo de autoconhecimento começou na minha adolescência aos 14 anos de idade.

Naquela época, o meu objetivo era se tornar jogador profissional de tênis. Já praticava desde os 12 anos e adorava assistir partidas de jogadores como Boris Becker, Michael Chang e John McEnroe. O único problema é que eu perdia todos os jogos dos campeonatos que participava.

Nos treinos, acertava a maioria das bolas e tinha um ótimo desempenho, porém era só iniciar uma partida competitiva que algo se transformava na minha mente e começa errar com frequência acima do normal. O nervosismo era tanto que perdia todas as partidas sem nem mesmo conseguir marcar um Game, ou seja, os placares eram sempre 6x0 para o adversário.

Eu já tinha consciência que o problema não era a minha habilidade técnica, mas sim o estado da minha mente durante uma partida competitiva. Foi pensando nisso que também adquiri por conta própria um dos primeiros livros da minha vida: Mental Thoughness Training for Sports (Treinamento de Força Mental para Esportes) de James E. Loehr.

Foi através deste livro que entrei em contato pela primeira vez com o termo e a prática da Meditação.

Mental Thoughness Training for Sports

Em 1993, me mudei para estudar em Seattle nos EUA e o sonho de se tornar tenista profissional foi ficando para trás.

Porém, foi lá que entrei em contato pela primeira vez com a Programação Neurolinguística através de um curso ainda em fita cassete do Tonny Robbins chamado Unlimited Power. Eu escutei aquelas fitas por vários dias, porém não cheguei a me aprofundar mais no assunto.

Em 1998, já de volta ao Brasil e iniciando minha carreira como fotógrafo profissional, comecei novamente a me interessar pelo assunto de desenvolvimento pessoal, afinal o Aikido também tinha como princípio o desenvolvimento de si mesmo. Lembro-me que os primeiros livros que adquiri nessa época foram A Arte da Felicidade do Dalai Lama e Homens São de Marte Mulheres de Vênus de John Gray.

Nessa época, também participei do meu primeiro workshop conduzido pelo fotógrafo Cláudio Feijó que tinha o objetivo de ampliar a minha percepção como fotógrafo. O nome deste workshop era Descondicionamento do Olhar.

Mas foi em 2002 que eu realmente comecei a dar passos largos nessa jornada do autoconhecimento e desenvolvimento pessoal quando participei do Leader Training realizado pelo Núcleo Ser. A transformação e sensação de plenitude foi tão grande que a minha prioridade passou a ser meu próprio desenvolvimento como ser humano.

Realizei todos os outros quatro treinamentos que tinham disponíveis na época (Transcendendo Seus Limites, Renascendo com Amor, Ancestralidade, Mentoring de Identidade), e depois comecei a buscar as todas as formações que os treinadores tinham em seu currículo.

A experiência, o conhecimento, a transformação e a vontade de compartilhar foram os motivos que me fizeram deixar a profissão de fotógrafo e fundar o Instituto União em 2005.

Desde então, continuo minha jornada até hoje ministrando e participando de cursos, workshops, treinamentos e formações.

Se você quer conhecer todas as formações do meu currículo, clique aqui.

Minha Jornada Profissional

Passei por diversas profissões antes de me tornar efetivamente terapeuta e educador.

Quando estava estudando nos EUA, tive a oportunidade de trabalhar na faculdade supervisionando o laboratório de computação, cuidando da organização da biblioteca, recepcionando novos alunos que chegavam de outros países e sendo professor particular de matemática para alunos com dificuldade.

No último ano de minha estadia nos EUA, comecei a trabalhar em período integral como assistente de fotografia de um bem sucedido fotógrafo de Seattle.

Ao retornar ao Brasil em 1998, abri meu próprio estúdio fotográfico onde atendia editoras e agências de publicidade. A fotografia era então a profissão que havia escolhido para minha vida. Trabalhar com luz e sombra na produção de uma imagem atraente era minha prioridade.

Foi quando em 2002, fui convidado a participar de um treinamento vivencial de alto impacto que mudaria por completo minha trajetória de vida. Tratava-se do Leader Training que ainda era pouco conhecido na época.

O encantamento com o treinamento e suas vivências foi tão impactante que comecei a investir grande parte do que ganhava com a fotografia em treinamentos de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. 

O meu próprio desenvolvimento como pessoa passou a ser minha prioridade. Fiz formações em Renascimento (Rebirthing), Programação Neurolinguística, Hipnose, Reiki, Meditação, Constelações Familiares, Terapia Transpessoal, Tantra e diversos outros cursos ligados à espiritualidade, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.

Foi quando em 2005, motivado por toda transformação que estas formações tiveram em mim, decidi fazer uma transição de carreira da fotografia para o desenvolvimento pessoal, e fundei junto com minha ex-esposa o Instituto União. Costumo dizer que antes eu trabalhava com a luz física e agora trabalho com a luz interior de cada um.

Desde então, a minha visão sobre o Ser humano vem se desenvolvendo e hoje tenho clareza de assumir que trabalho no apoio ao desenvolvimento da maturidade mental e emocional de quem me procura, seja nas aulas de Aikido, seja no atendimento terapêutico presencial ou online, seja nos meus programas online, seja nos cursos, workshops e palestras em empresas e organizações.

Instituto União